Para mais informações, consulte o site do CEsA
Não consegue visualizar correctamente este e-mail? Visualize no seu browser.

[English summary below]

 

Development Studies 2016


O Programa de Development Studies do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) procura aprofundar os conhecimentos dos estudos de Desenvolvimento numa perspetiva multidisciplinar, transmitidos no âmbito do seu Mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional (MDCI) e do Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento (DED). 

PHD Seminars

A 21 de junho decorreu o Seminário PhD em Estudos do Desenvolvimento acerca do 'Progresso' Educacional no Brasil (1988-2010): Instituição, Actores, Ideias e Políticas, da doutoranda Jane Machado.





Mais informação aqui.
Seminários CEsA/CSG/ISEG

A 3 de junho o seminário conduzido por Daniel Carolo versou sobre a Despesa e Redistribuição na Segurança Social em Portugal: Análise da Reforma de 2007, que consistiu na apresentação de dados da sua investigação de doutoramento sobre a Reforma da Segurança Social de 2007 em Portugal, enquadrando-a no contexto da crise e do processo de reforma dos Estados-Providência, para avaliar os seus efeitos, ao nível da sustentabilidade da despesa e da equidade da redistribuição.

Mais informação aqui.
A 2 de junho, no seminário Income Inequality in Historical Perspective. Portugal (1890-2006), Jordi Guilera abordou os aspectos da desigualdade no plano da evolução histórica, fornecendo um conjunto de orientações acerca de como a desigualdade vem sendo analisada pelos diferentes autores e perante diferentes factores, tais como a globalização e o avanço tecnológico, e perante as instituições profissionais e as normas sociais.

Mais informação aqui.
A 22 de junho teve lugar o seminário Payments for Ecosystem Services as Forest Conservation, de Dario Belluomini, que se debruçou sobre a necessidade aliar as actividades económicas aos aspectos do ecossistema, porque ignorar essa conexão poderá acarretar custos a longo-prazo e conduzir a futuros conflitos.


Mais informação aqui.
Summer School  "Development in Practice: How Social Change Happens?", Duncan Green

 Duncan Green, professor na London School of Economics e Senior Strategic Advisor da Oxfam GB, conduziu durante três dias a Escola de Verão Development in Practice: How Social Changes Happens?. Durante as sessões, os participantes tiveram a ocasião de experienciar uma diversidade de situações profissionais e académicas (do governo, consultoria, universidade e organização da sociedade civil, etc.), e, ao mesmo tempo, reflectir e debater aspectos da política, poder, condições económicas e sociais que poderão quer impulsionar a mudança social quer restringir-la. Além da oportunidade de examinar alguns exemplos de mudança social e trabalhar, individualmente ou em grupos, na aplicação da análise How Change Happens? (HCH) em temas de interesse dos participantes.

- galeria de fotos

- blogue: From poverty to power

Mais informação aqui.

Os materiais resultantes destes seminários poderão ser consultados
aqui.
O XIII International Colloquium: lançadas pistas para o próximo
 
O CEsA, o CSG, a UECE, e o ISEG, em colaboração com a Universidade de Brasília, a World Academy of Art and Science e o World University Consortium, organizaram em maio passado o XIII Colóquio Internacional, dedicado às dinâmicas globais e mudanças estruturais verificadas desde o início da recessão económica e financeira de 2008. No final do colóquio foi definida a comissão organizadora e lançadas pistas de reflexão para o próximo, o XIV International Colloquium, que ocorrerá na África do Sul. Desde junho que se encontram disponíveis todos os materiais (apresentações/papers/galeria de fotos e galeria de vídeos) no site do projecto, que pode ser consultado aqui.

_repositório das apresentações
_reportagem fotográfica
_reportagem videográfica

O CEsA/CSG publicou dois novos Working Papers:

'Policy Externalisation' Inherent Failure: International Financial Institutions' Conditionality in Developing Countries, de Alice Nicole SINDZINGRE, que analisa o conceito de "condicionalidade" nos países em desenvolvimento.




 

Gender Relations and the Dowry System in India - the Case of Hyderabad, de Manuela MOTA e Sara CASACA, que contribui para uma compreensão mais abrangente das relações de género e do sistema de dote na Índia.



 


Os WP encontram-se disponíveis para leitura integral aqui.

Investigação e publicação internacional da (co)autoria
do Prof. Carlos Barros

No âmbito do projecto Estudos Aplicados Avançados em Desenvolvimento, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, o Prof. Carlos Barros publicou este ano diversos papers sobre África, Ásia e América Latina:

A lista integral de publicações pode ser consultada aqui.
III COOPEDU, com participação de investigadores do CEsA/CSG

O Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) e a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria organizaram a 3ª edição do Congresso Internacional «Cooperação e Educação». Nesta esteve representado o CEsA/CSG, pelo investigador Prof. Luís Mah, com a comunicação «As Juventudes Partidárias Portuguesas e o Desenvolvimento Global: Um Estudo Exploratório»; pela investigadora Raquel Faria que, juntamente com Ana Filipa, apresentaram a comunicação: «O Desenvolvimento nos Media: percepções e visões dos jornalistas e profissionais da área do Desenvolvimento»; e, pelo Prof. Carlos Sangreman que integrou o comité científico.

Mais informação aqui.
FCT: que caminhos se abrem para a investigação científica em Portugal?

O novo executivo da FCT tem vindo a dinamizar um conjunto de iniciativas com vista a redefinir os propósitos do apoio à investigação e promover um maior envolvimento da comunidade científica (cientistas, investigadores, professores, profissionais dos centros de investigação, gestores de projecto e comunicadores de ciência). O CEsA/CSG/ISEG tem participado activamente em todas essas iniciativas, comprometendo-se com os novos objectivos da FCT. Passado dia 9 de maio, na Reunião Mais Ciência e Menos Burocracia destinada a gestores de ciência, estiveram presentes, juntamente com membros dos secretariados dos centros que formam o CSG, Ana Moutinho do ISEG Research. A FCT procurou aqui recolher sugestões de simplificação de processos, passar a mensagem de querer transformar o funcionamento e flexibilizar as relações com os investigadores e bolseiros. O CEsA/CSG propôs quatro medidas de simplificação de procedimentos relacionadas com o modelo de disponibilização de verbas do projecto estratégico e com as estruturas de apoio à investigação, com as alterações de normas e interpretações de regulamentos que a FCT faz várias vezes num ano, e com a demora na análise de pedidos de validação de despesas. No dia 23 de junho, Sónia Pina do gabinete de comunicação do CEsA/CSG esteve igualmente presente na Reunião Comunicação de Ciência, na Universidade de Coimbra. Esta reunião teve como objectivo redefinir a função de Comunicação de Ciência, como parte de uma estratégia integrada de produzir, divulgar, promover, e partilhar “para fora” a ciência e cultura produzidas em Portugal, no plano nacional e internacional, contribuindo directamente para o seu reconhecimento social e sua valorização científica. Outras iniciativas estão em curso, nomeadamente, até 8 de julho, a consulta pública ao Projecto de Regulamento de projetos financiados exclusivamente por fundos nacionais através da FCT. E, outras se seguirão, por exemplo, próximos dias 4 a 6 de julho, o Centro de Congressos de Lisboa recebe o Encontro Nacional Ciência 2016, que se oferece como momento único de reflexão da comunidade científica Portuguesa. 

Mais informação aqui. 
Partilhada Lista de Publicações Pertinentes no Domínio dos Estudos de Desenvolvimento

OIM, 2016 | Nova Publicação Electrónica:
Fatal Journeys Volume 2: Identification and Tracing of Dead and Missing Migrants

Este segundo volume (OIM, 2016) consiste numa série de relatórios globais úteis para os Estudos do Desenvolvimento acerca dos fluxos migratórios, em particular sobre os desaparecimentos de migrantes, que agrega dois objectivos fundamentais: primeiro, fornece uma análise em profundidade dos dados disponíveis sobre mortes de migrantes para 2015, obtidos através do Projeto IOM’s Missing Migrants; em segundo, examina os desafios que enfrentam as famílias e as autoridades que buscam identificar e rastrear os migrantes desaparecidos. O estudo compara as práticas em diferentes partes do mundo e identifica uma série de medidas inovadoras que poderiam ser replicadas em outros lugares.
HEGOA publica o Caderno de Trabalho nº69 (2016):  Desenvolvimento Humano e Aspectos da Cultura: Uma Análise da Lógica Cultural do PNUD em Termos de Poder.

Esta publicação discute criticamente a forma como os Relatórios do Desenvolvimento Humano do PNUD conceptualizam as noções de cultura e diversidade, anotando as suas contradições e incoerências, e analisa a forma como o PNUD veicula o que pode ser considerado uma noção própria de cultura. O que reforça, segundo os autores, a “linha simbólica que divide os países desenvolvidos dos países em desenvolvimento”, reincidindo assim nos pressupostos colonialistas do contexto do pós-Guerra Fria. A suposta imparcialidade dos relatórios é portanto questionada e surge neles uma dimensão política ainda irreconhecida que, para os autores, requer uma releitura e um novo olhar, enquadrando-se assim esta análise no plano da abordagem dos estudos pós-coloniais.
OCDE, 2016 | Novas Directivas para as Organizações do Desenvolvimento, Multilateralismo e Cooperação Internacional: L’Aide Multilatérale 2015: De Meilleurs Partenariats Pour le Monde de L’Après-2015

A OCDE publica o dossiê L’Aide Multilatérale 2015: De Meilleurs Partenariats Pour le Monde de L’après-2015 (Comité d’Aide au Devéloppement: Vers un Devéloppement Efficace, 2016), um compêndio fundamental para os estudos em torno do tema do Desenvolvimento que poderá ser utilizado como manual prático para o fim da investigação neste domínio, identificando áreas onde é mais necessário agir para permitir que as organizações multilaterais funcionem bem no mundo pós-2015.
O World Bank divulga o World Development Indicators Report 2016

World Bank Publications disponibiliza o World Development Indicators Report 2016, um relatório que fornece uma recolha estatística comparada a nível internacional sobre o Desenvolvimento. Dirige-se a governantes, estudantes, analistas, professores, gestores e cidadãos em geral focados na erradicação da pobreza e na promoção do Desenvolvimento mundial. Seis temas são utilizados para organizar os indicadores: as pessoas, o meio ambiente, a economia, os estados e os mercados, e as ligações globais.
Nova edição dos Cahiers d’Études Africaines, dedicada ao tema Mobilités et Migrations Européennes en (post) Colonies

A mais recente edição dos Cahiers d’Études Africaines é dedicada ao tema «Mobilités et migrations européennes en (post) colonies» (nº221, 2016/1). Este número pretende colmatar, segundo os autores, uma falha que existe no estudo destes temas, apresentando-se como uma contribuição para pensar a questão dos “novos colonos” em trânsito, designadamente, os turistas, expatriados, europeus em África (Magrebe, África francófona, lusófona e anglófona), entre outros que não são comummente considerados migrantes, e respectivas mobilidades, diversidades históricas e contemporâneas, além das geográficas.

Mais informação aqui.

Conferências e chamadas para artigos
Lista sempre actualizada de Conferências e calls for papers, que poderá ser consultada em permanência aqui na coluna lateral direita.

[English version]

_ Development Studies Program JUN/2016
_Two New CEsA/CSG Working Papers

- 'Policy Externalisation' Inherent Failure: International Financial Institutions' Conditionality in Developing Countries, by Alice Nicole SINDZINGRE

- Gender Relations and the Dowry System in India - the Case of Hyderabad, by Manuela MOTA and Sara CASACA

Read more...


_ III COOPEDU, with participation of CEsA/CSG researchers

Read more...


_FCT: which ways for the scientific research in Portugal?

Read more...

 

newsletter #40

CEsA - Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG-UL) investiga questões teóricas e aplicadas ao desenvolvimento político, económico e social a nível global e em particular nos países de língua portuguesa. Faz parte da Rede de Unidades de Investigação e Desenvolvimento financiadas pela FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

O site do CEsA é actualizado semanalmente com informação útil para a comunidade académica. Consulte regularmente o site CEsA e o arquivo de notícias.

Consulte também
Conferências/calls abertas
Dicionário da Cooperação
Memória de África e do Oriente
Mecanismo: Linhas de Financiamento
Copyright © All rights reserved. CEsA/2016

A nossa morada postal é:
CEsA-ISEG/ULisboa
Rua Miguel
Lupi, 20
1249-078 Lisboa
Portugal