Caso não consiga visualizar esta newsletter, entre aqui .
 
n° 287   03 Janeiro 2017
 
FFMS
 
Siga-nos e partilhe a sua opinião no Facebook Facebook
 
 
 
Ensaios
 
Ensaios do Ano
 
Novas publicações
 
Juntámos 12 novas publicações à colecção de ensaios. Da geopolítica à realidade portuguesa em áreas como o ambiente, a deficiência ou o turismo, passando por temas como o valor da arte e a identidade dos portugueses. Os ensaios estão disponíveis na loja online da FFMS, com 10% de desconto e portes gratuitos.
 
 
 
XXI, Ter Opinião
 
XXI, Ter Opinião nº 6
 
Novas e velhas fronteiras
 
Porque o drama dos refugiados veio colocar em relevo uma das contradições do nosso tempo, porque num mundo que se diz progressivamente sem fronteiras há cada vez mais muros, a 6ª edição da XXI foi dedicada às novas e velhas fronteiras.

São mais de 30 autores com artigos que vão desde as migrações, ao terrorismo, a herança de Obama, o mundo digital e mesmo sátiras em forma de mapa sobre o que os povos pensam uns dos outros.
 
Conheça aqui a 6ª Edição
 
 
Com base na edição da revista, juntámos António Guterres e Durão Barroso para responderem: “Que mundo é este?”
 
Perguntas e respostas onde se tomou o pulso ao estado do mundo com dois dos portugueses mais influentes. Reveja o debate em baixo, que passou na RTP1, numa parceria com a Fundação, moderado por Paulo Dentinho e António José Teixeira.
 
 
 
XXI, Ter Opinião nº 7
 
A democracia em sobressalto
 
A imperfeição é da própria natureza da democracia. Nem por isso se encontrou melhor alternativa. Uma viagem ao estado da democracia. Aos seus vícios e desencantos.

O que pensam os jovens sobre a democracia portuguesa? Quão legítima é a geringonça? A estes temas mais actuais juntam-se abordagens de fundo: sobre as três vagas de democratização, a democracia directa, a internet e a política. Há ainda espaço para cartoons políticos, para uma descrição de livros, séries e filmes de referência nesta área e para textos do Presidente da República e de deputados portugueses sobre o presente e o futuro da nossa democracia.
 
Conheça aqui a 7ª Edição
 
 
 
Retratos
 
Retratos do ano
 
Novos lançamentos
 
5 novos lançamentos: são retratadas as hortas comunitárias das cidades, a vida no Alentejo, o trabalho das forças policiais, os movimentos migratórios portugueses e a experiência de um português no Japão.
Os retratos estão disponíveis na loja online da FFMS, com 10% de desconto e portes gratuitos.
 
 
 
Cronologias
 
Cronologias de Portugal Contemporâneo
 
55 anos de História na ponta dos dedos
 
Sabia que os filmes do James Bond e Mary Poppins são anteriores à Música no Coração? E que no mesmo ano que Mary Quant lançava a moda da minissaia, o Japão estava a lançar um comboio de alta velocidade? Ou que houve um atentado em Lisboa, onde deflagraram 3 bombas? E quase dez anos depois de ser inventado o telemóvel, um telefone em Portugal demorava 34 meses a instalar?

São mais de dez mil factos sobre os últimos 55 anos, onde encontra histórias surpreendentes mas também os acontecimentos políticos, económicos e culturais mais relevantes entre 1960 e 2015.

Cronologias de Portugal Contemporâneo, foi galardoado com o prémio SAPO em Media Innovation, como “Plataforma de Media Digital mais inovadora” e é já uma referência para todos os cidadãos interessados em conhecer, de forma rigorosa, a evolução do país nas últimas décadas. 
 
 
 
Estudos
 
Estudos do ano
 
Novos lançamentos
 
5 grandes lançamentos em 2016, onde se analisam temas desde a Economia à Educação, passando pelas razões que levam os portugueses a não terem filhos ou uma análise à evolução das desigualdades durante a crise financeira. Não perca os estudos da Fundação de 2016, todos disponíveis para download gratuito.
 
 
 
Novo site e blog da Fundação
 
Portugal está todo na Internet!
 
Para que o conhecimento esteja acessível onde e quando for necessário.
 
 
 
Nova plataforma interactiva
 
Nascer em Portugal
 
Temos menos filhos e cada vez mais tarde. Porquê?
 
Compreender os nossos comportamentos face a ter ou não ter filhos é um assunto vasto e complexo, pelo que a Fundação o deu a conhecer através de uma nova forma: uma plataforma interactiva, pensada para todos: homens e mulheres, mais ou menos novos, com ou sem filhos. Em “Nascer em Portugal” encontra reportagens, realizadas pela TVI 24 parceira neste projecto ou entrevistas e testemunhos revelando a perspectiva das escolhas e expectativas de pessoas reais. Gráficos dinâmicos e mapas complementam os textos permitindo uma viagem pelos números da natalidade.
 
 
 
"O tempo de família é cada vez mais reduzido. Eu acredito que isso influencie muito a tomada de decisão quando as pessoas planeiam ter filhos"
 
Descubra aqui o “Nascer em Portugal
 
 
 
Publicações
 
Outras três publicações
 
Fernando Alexandre, Luís Aguiar-Conraria e Pedro Bação escreveram “Crise e Castigo: Os desequilíbrios e o resgate da economia portuguesa”. Lucília Nunes reflecte sobre a ética no fim de vida em “E quando eu não puder decidir?” e Elísio Estanque descreve e analisa as praxes em “Praxe e tradições académicas”.
 
 
 
Portugal Desigual
 
Várias vezes a pergunta foi feita e várias vezes ficou sem resposta. Quem é que perdeu mais nos últimos anos com a crise? Os mais ricos ou os mais pobres? Foi a classe média que saiu mais penalizada deste período? Nunca faltaram argumentos para defender as diferentes perspectivas. O que faltava eram os números.
Descubra-os aqui
 
 
 
Encontro “Que democracia?”
 
No dia 7 de Outubro, a Fundação juntou no Teatro S. Luiz mais de 20 oradores, 600 pessoas na plateia e outras tantas online ou através da TVI.

Reveja aqui todas sessões da viagem ao estado da democracia, ou veja em baixo a intervenção do Nobel Mário Vargas Llosa.
 
 
 
Retratos
 
Três novos Retratos da Pordata
 
Novos lançamentos
 
A Pordata lançou três novos retratos em 2016: um Retrato de Portugal, um Retrato dos Municípios portugueses e um Retrato de Portugal na Europa.
 
Conheça aqui os Retratos Pordata
 
 
 
Pordata
 
E-Learning “Conhecer a Pordata”
 
Depois de formar presencialmente mais de dez mil estudantes, jornalistas, professores e profissionais, a formação da ACADEMIA PORDATA ficou acessível a todos os interessados, através de e-Learning.
 
Desde análises simples até às mais complexas, no curso online “Conhecer a Pordata” pode descobrir, aprender a trabalhar e interpretar dados estatísticos em apenas 60 minutos e através do seu computador, telemóvel ou tablet.
 
Com atribuição de certificado no final, o curso já atingiu os mil formandos.
 
 
 
Mês da ciência e da educação
 
Outubro e Novembro, os meses da ciência e da educação
 
Em Outubro, Mês da Educação, debateu-se a organização da rede escolar, o papel dos pais no sistema educativo, as consequências da repetição de ano para os alunos e a melhoria dos resultados dos alunos portugueses em testes internacionais.
 
Veja os vídeos do Mês da Educação
 
No Mês da Ciência, Novembro, foi apresentado o GPS-Global Portuguese Scientists, novo portal online da Fundação. O especialista Philip E. Tetlock veio a Lisboa falar da ciência das previsões. E debateu-se na Culturgest o Regresso ao Admirável Mundo Novo, com António Câmara, Marta de Menezes e Lino Fernandes a debaterem a sociedade do futuro.
 
Veja os vídeos do Mês da Ciência
 
 
 
 
Nova plataforma digital
 
GPS – Global Portuguese Scientists
 
A rede que coloca os cientistas portugueses no mapa
 
Quantos sociólogos são precisos para mudar uma lâmpada em Paris? Um, no máximo dois, se o outro ficar a segurar no escadote. Mas quem são e onde estão? A rede GPS —Global Portuguese Scientists— pode ajudar a encontrá-los. O que fazem quando não estão a mudar lâmpadas? Para onde vão mudar lâmpadas a seguir? O que comem ao Pequeno-almoço? Como podem os cientistas portugueses espalhados pelo mundo ter mais reconhecimento e intervenção em Portugal?
 
Ler artigo completo
 
Uma plataforma digital para sabermos quantos são, onde estão e como são os percursos dos cientistas portugueses espalhados pelo mundo.
 
 
Redes sociais
 
Acompanhe a actividade da Fundação no Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin e conheça o Canal da Fundação na MEO (nº 505050) ou online.
 
 
A Fundação Francisco Manuel dos Santos tem uma política muito restrita sobre o envio de e-mails, não o fazendo em circunstância alguma sem a autorização do seu destinatário.
Caso deseje deixar de receber mensagens desta natureza, envie um e-mail para que o seu contacto seja retirado da respectiva lista. Muito obrigado.

© Copyright 2017 Fundaçao Francisco Manuel dos Santos. Todos os direitos reservados.
 






This email was sent to rrocha@ffms.pt
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Fundação Francisco Manuel dos Santos · Largo Monterroio Mascarenhas, nº 1, 7º piso · Lisboa 1099-081 · Portugal